Poucas palavras:

Blog criado por Bruno Coriolano de Almeida Costa, professor de Língua Inglesa desde 2002. Esse espaço surgiu em 2007 com o objetivo de unir alguns estudiosos e professores desse idioma. Abordamos, de forma rápida e simples, vários aspectos da Língua Inglesa e suas culturas. Agradeço a sua visita. "Stay hungry. Stay foolish!"

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

[FALSOS COGNATOS] o que significa “exquisite” em inglês?


Você sabe o que são cognatos? São palavras de línguas diferentes que se parecem e que apresentam significados também semelhantes. Por exemplo, as palavras “necessário”, do português; “necesario”, do Espanhol; e “necessary”, do inglês, são cognatas, uma vez que sua forma é semelhante, assim como seu sentido. Palavras cognatas nos ajudam muito na hora de entender um outro idioma. Porém, há palavras que podem nos enganar bastante: são os falsos cognatos, palavras que, apesar de se parecerem com palavras do português, apresentam significados diferentes.


Leia a frase com atenção:


Last night Julia and I went to a very good restaurant. The service was great and the food was exquisite.

My girlfriend has exquisite taste in clothes.

Giovanni almost always bring back some exquisite handicrafts from his trips abroad.


Deu para perceber que a palavra “exquisite” apareceu várias vezes nas frases anteriores? Pois é, alguém ai já sabe o que ela significa?

Se você pensou que “exquisite” quer dizer “esquisito”, parabéns, você está prestes a aprender uma nova palavra em inglês. “Exquisite” é um adjetivo que significa ‘refinado’; ‘fino’; ‘requintado’; ‘muito’bonito’ ou ‘delicado’, ou seja, é praticamente o oposto de esquisito.

E AGORA, COMO SE DIZ ‘ESQUISITO’ EM INGLÊS?

Who’s that weird person there?
That food is very strange.
What’s that? It’s very odd.

Então já sabemos que temos três opções para “esquisito”; “estranho” em inglês: weird; strange; odd.


Cognatos são vocábulos da raiz comum, e essa é mesmo a situação de exquisite e esquisito, por exemplo, assim como da imensa maioria das palavras que denominamos “falsos” cognatos. Por isso, o mais correto seria descrevê-las como “cognatos de sentido diferente”. 



Se você gostou dessa postagem, peço que divulguem, pois nosso trabalho não visa fins lucrativos, mas a propagação do conhecimento. Por acreditarmos que conhecimento é algo muito valioso, talvez o único bem que nunca poderá ser tomado do ser humano, estamos ajudando muitas pessoas no aprendizado da língua inglesa. Estamos colocando você em sintonia com o mundo. Ajudem-nos a propagar essa ideia.  

Um comentário:

Maria Clara Torquato disse...

Na minha página não dá pra ler o texto....