Poucas palavras:

Blog criado por Bruno Coriolano de Almeida Costa, professor de Língua Inglesa desde 2002. Esse espaço surgiu em 2007 com o objetivo de unir alguns estudiosos e professores desse idioma. Abordamos, de forma rápida e simples, vários aspectos da Língua Inglesa e suas culturas. Agradeço a sua visita.

"Se tivesse perguntado ao cliente o que ele queria, ele teria dito: 'Um cavalo mais rápido!"

terça-feira, 30 de abril de 2013

Entrevista com Fábio Speck.






Ele criou um blog (O BAÚ DE IDEIAS DE FABIO SPECK) para professores, educadores, alunos de inglês ou curiosos em geral que precisam de ideias para tornar suas aulas mais dinâmicas, divertidas e interessantes. É formado em Artes Plásticas, pós-graduado em Psicopedagogia e atua como educador cultural, professor de inglês, além de treinar professores e desenvolver materiais pedagógicos.



1.           Poderia fazer um resumo da vida acadêmico/profissional?

Olá Bruno. Bem, eu me formei em artes na faculdade, mas logo fui convidado para dar aulas de inglês em um projeto que levava aulas de inglês para academias de ginástica. Como eu já dava aulas particulares, acabei aceitando e estou até hoje na área de ensino de línguas. Acabei fazendo pós-graduação em psicopedagogia institucional, o que me ajudou bastante profissionalmente.




2.           Como aprendeu a falar inglês? Você fala outros idiomas?

Estudo inglês desde os sete anos de idade e não parei desde então. Hoje continuo estudando em casa para me aperfeiçoar. Também estudei fora, nos Estados Unidos e fiz vários outros cursos depois disso. Bem, eu falo um pouco de espanhol, mas só o suficiente para me virar.

3.           Você tem preferencia por algum método ou abordagem? Acredita que algum deles seja mais eficiente e algum menos eficiente?

Eu gosto muito do “communicative approach” e utilizo muito a teoria das inteligências múltiplas. Acho que são bem eficientes. Não gosto de métodos mecânicos em que os alunos apenas reproduzem o conteúdo, mas não se expressam livremente.





4.           Quando decidiu que queria ser professor de língua inglesa?

Iniciei dando aulas particulares aos 17 anos. Foi meu primeiro trabalho. Sabia que era isso o que eu queria fazer profissionalmente.

5.           Como você avalia o ensino de línguas estrangeiras no Brasil?

Acho um campo muito rico, mas que ainda precisa de muita pesquisa e desenvolvimento de novos materiais e técnicas.





6.           Em seu blog, você escreveu que ajuda pessoas a desenvolverem atividades pedagógicas. Como isso funciona?

As pessoas me pedem idéias de atividades para vários fins. Eu as ajudo a criarem atividades específicas com o foco na comunicação. Jogos, brinquedos educativos, atividades ao ar livre: a gama é muito extensa. Mas incentivo a criatividade dos professores para criarem novos materiais pedagógicos e terem novas idéias.





7.           Conte alguma situação inusitada vivida em sala de aula.

Nossa, são várias situações. Uma vez um aluno pequeno pediu para eu casar com a mãe dele, pois queria que eu fosse seu pai. Um outro aluno me imitava em casa, ensinando inglês para o seu cachorrinho de estimação. Mas a situação mais engraçada de todas foi um aluno achar que eu morava na escola e perguntar onde eu dormia? Até hoje ele ainda não se convenceu de que a minha casa não é a escola.

Nos Estados Unidos.


8.           Como surgiu a ideia do blog?

A idéia do blog foi de compartilhar e deixar arquivadas todas as atividades que eu desenvolvo. Mas muitas idéias partem de meus colegas também. Às vezes criamos atividades juntos, mas eu sempre cito a fonte. Trabalho com pessoas muito criativas.

No Chile.

9.           Quais seus planos para o futuro em relação à vida profissional?

Estou apresentando vários workshops e tem sido muito gratificante. Também já trabalho faz um bom tempo com treinamento de professores. Quero continuar a desenvolver projetos, mas meu sonho ainda é transformar o material do blog em um livro. Ainda tenho muita coisa para publicar.


Na Argentina. 


10.       Que mensagem deixaria para professores e estudantes de inglês?

Professores – tenham paixão pelo que estão fazendo e continuem se aprimorando sempre. Façam seu trabalho com amor e acima de tudo, divirtam-se! Vocês serão gratificados.

Alunos – exijam sempre novidades dos seus professores e dediquem-se. Um dia vocês verão o quanto valeu a pena estudar. Assistam  bastante filmes, escutem músicas, leiam livros, usem a Internet para aprender. Troquem ideias com seus professores. Assim vocês irão conquistar o mundo!




Um comentário:

Andy antunes disse...

Muito boa a entrevista , gostei das perguntas inusitadas dos alunos ...